quarta-feira, 23 de julho de 2014

HOJE TEM BELO JARDIM X TIMBAÚBA


Hoje, ás 20 horas, o Calango faz seu segundo jogo diante o Timbaúba e agora é no estádio Mendonção com apoio de sua torcida. O Belo Jardim fez sua estreia no domingo passado quando venceu o Sete de Setembro pelo placar de 2 x 0, jogo realizado na cidade de Santa Cruz do Capibaribe.

O técnico Pedro Manta pode não repetir a mesma escalação que venceu no domingo e segundo ele, a equipe só será definida momentos antes da partida.

Jogadores que foram destaques no primeiro jogo: Lateral Eduardo, no meio campo Fábio Recife e Douglas, ataque Felipe e Pedro Maicon.

Para o jogo de hoje espera-se a presença de muitos torcedores que estavam com saudades de assistir o nosso Calango.


Ingressos todos com a nota trocados pela manhã, também você pode adquirir seu ingresso no valor de R$ 10,00 em Joka’s Bar.

PE SÉRIE A2: Jogos de hoje pela 2ª rodada!

Mitos e verdades sobre a revisão obrigatória em carros novos

Ao aumentar o tempo de garantia dos carros, montadoras passaram a exigir uma contrapartida dos motoristas: as revisões periódicas. Quem não passa por elas acaba perdendo o benefício. Se você comprou um veículo 0 km e está disposto a manter a garantia, precisa ir à concessionária bem informado para não receber uma conta enorme no fim dos serviços.
Nem todas as trocas, limpezas e correções são necessárias. É importante ler o manual do proprietário antes de entregar o carro, para saber quais são as exigências de fábrica. Nem todo automóvel precisa, por exemplo, que as velas de ignição sejam trocadas a cada 20 mil km. No entanto, boa parte das indicações são gerais.
Veja os mitos e as verdades sobre a revisão:
1. Limpar os bicos injetores antes dos 30 mil km (Mito)
O filtro de combustível consegue segurar 98% das impurezas, mas exceções podem ocorrer quando se abastece o tanque com gasolina adulterada com solvente de borracha ou com etanol misturado com álcool anidro, produtos que podem interferir no funcionamento do motor. O filtro de combustível deve ser trocado a cada 10 mil km.

2. Alinhamento e balanceamento a cada 10 mil km (Verdade)

Ruas e estradas esburacadas acabam alterando a geometria da suspensão. Se as correções não forem feitas, além do aumento do consumo de combustível, a vida útil dos pneus diminuirá devido ao desgaste irregular da banda de rodagem (parte que toca o chão). O alinhamento é responsável pelos ajustes de convergência e divergência das rodas, e o balanceamento equilibra a distribuição da massa do pneu e da roda (para evitar trepidações). Saiba como são feitos.
3. Correção de cambagem (Meio termo)
Essa correção da geometria da suspensão, que trata da inclinação da roda em relação ao plano vertical, não é tão comum quanto o alinhamento. Ela é necessária quando o motorista pega um grande buraco, quando força as rodas dianteiras na guia ou ainda quando ocorre uma colisão dianteira.
4. Cristalização ou espelhamento da pintura antes dos 20 mil km (Mito)
Todo carro sai de fábrica com uma camada de verniz suficiente para proteger e dar brilho à pintura. A cristalização e o espelhamento (aplicação de uma resina protetora) são indicados para pinturas manchadas ou sem brilho. Até os 20 mil km, um enceramento a cada 2 meses é suficiente para proteger o carro e mantê-lo brilhando. Saiba mais sobre as técnicas.

5. Colocar aditivo na água do radiador (Verdade)

Uma grande parte dos problemas nos sistemas de arrefecimento se deve à falta do uso de aditivo. Além de oferecer a proteção anticorrosiva das peças metálicas que entram em contato com a água, ele prolonga a vida útil de itens como sensores térmicos, válvulas termostáticas e sensores de temperatura. Importante: não é necessário colocar aditivo sempre que completar a água do radiador em postos de gasolina. Fazer isso nas revisões é suficiente para carros novos.
6. Substituição das velas a cada 20 mil km (Verdade)
Apesar de o seu carro não falhar, as velas de ignição devem ser trocadas, pois a faísca (arco voltaico) que elas produzem perdem intensidade e deixam de queimar parte do combustível que entra na câmara de combustão. Assim, elas aumentam o consumo e diminuem a potência do motor. A regra vale para a grande maioria dos carros, mas alguns exigem a troca aos 80 mil km – por isso, é importante consultar o manual do proprietário.
7. Aditivo no óleo do motor (Mito)
O óleo especificado pelo fabricante já tem todos os aditivos necessários para o bom funcionamento do motor. A limpeza interna com aditivos só é recomendada quando houver algum tipo de contaminação ou quando o motorista se esqueceu de fazer as trocas de óleo no prazo certo.

8. Descontaminação do motor (Mito)

Se o motorista substituir o filtro de ar, óleo e combustível dentro dos prazos estabelecidos no manual, esse serviço não será necessário antes dos 30 mil km. Mas quem colocou combustível adulterado ou roda em estradas de terra precisa antecipar a descontaminação.

9. Substituir o fluido de freio a cada 20 mil km (Verdade)

Quando não é substituído no período indicado, o fluido de freio pode gerar oxidação (ferrugem) nas peças internas do sistema, como cilindros de roda, cilindro mestre (câmara de pressão que alimenta os freios das quatro rodas) e pinças de freio (peças onde se encaixam as pastilhas).
10. Higienização do ar-condicionado (Verdade)
Muita gente sofre com a falta de higienização do ar-condicionado e não se lembra de substituir o filtro e higienizar os dutos. As crianças são as principais vítimas de fungos e bactérias que se alojam nesse sistema. A cada 10 mil km, é importante fazer a manutenção.

Inglesa é reprovada 110 vezes ao tirar carteira de motorista


(Foto: Getty Images/Stockphoto)

Se você acha que ter reprovado três ou quatro vezes na prova para tirar carteira de motorista foi humilhante, não se estresse, uma mulher de 28 anos, moradora de Southwark, no Reino Unido, foi reprovada 110 vezes na prova teórica. Isso mesmo, na teórica.
Autoridades locais, que preferiram não divulgar o nome da garota, afirmaram que ela gastou cerca de R$ 11 mil (3 mil libras esterlinas) em taxas para a repetição do exame e jamais cogitou “burlar” o sistema. A aprovação veio somente na 111ª tentativa.
A prova teórica do Reino Unido é considerada extremamente rigorosa se comparada à de outros países da Europa; sua média de reprovação é de cerca de 65%.
Este é o novo recorde do país em tentativas sem sucesso de se passar pela prova teórica. O antigo pertencia a um homem de 38 anos, que reprovou 86 vezes.
No teste prático, o recorde é de outro homem, que reprovou 37 vezes, até ser aprovado na 38ª tentativa.

Lisca é anunciado como novo treinador do Sampaio Corrêa

(Foto: Pernambuco Press)
O Sampaio Corrêa anunciou oficialmente a contratação do técnico Lisca para comandar o time no restante da Série B do Campeonato Brasileiro.
O novo treinador Tricolor já chegou na manhã desta quarta-feira a São Luís, e seguiu diretamente para o CT José Carlos Macieira, onde foi apresentado a todo o grupo.
Conhecido no meio do futebol como Lisca, Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi, já trabalhou nas categorias de base do Internacional, Grêmio, Fluminense e São Paulo. No profissional, acumula trabalhos pelas equipes do Juventude, Caxias, Luverdense, Novo Hambusco e Náutico, último time dirigido pelo treinador.

Lavador de carros, advogado: passou na OAB

Quanto universitário se forma em direito e não consegue passar no exame da OAB?

Um lavador de carros do Distrito Federal conseguiu... e antes de se formar.

Prestes a começar o último semestre de direito em uma faculdade de Taguatinga, a 25 km de Brasília, o bolsista Flávio Dias da Silva, de 36 anos, foi aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil.

Vida dura

O resultado coroou uma batalha iniciada há 18 anos, quando o piauiense chegou à capital do país em busca de uma vida melhor.

"Nasci em Floriano, no interior [do Piauí]. Não era uma cidade tão desenvolvida como hoje. Minha mãe criou a mim e meus quatro irmãos sozinha desde que meu pai nos abandonou. Ela era professora da rede estadual, então o salário não era muito, e sempre havia alguma dificuldade. Só que nossa base de estudo era forte, e ela investiu muito em mim. Estudei em escola particular a vida toda e vendia picolé para ajudá-la a pagar a mensalidade", lembra Silva.

Com o ensino médio concluído e a poucos dias de completar a maioridade, o homem decidiu buscar em Brasília alguma oportunidade. O objetivo era colaborar com a mãe no custeio das despesas da família e com a então namorada, que havia acabado de descobrir que estava grávida.

Empregos

O primeiro emprego de Silva foi como balconista de uma padaria, substituído meses depois pelo de garçom.

5 anos depois começou a lavar carros em Taguatinga.

Estudar

Em segredo, Flávio estudou, prestou vestibular em uma faculdade particular e passou.
Como o dinheiro da lavagem dos carros não dava para bancar a família e a faculdade, ele pediu um bolsa de 50%...  conseguiu a integral!

"Não queria me menosprezar por ser negro e pobre, mas fui sincero. Se não fosse desse jeito, eu não teria condição de pagar. E eu falei para o reitor que queria mudar o meu futuro e o da minha família. Aquela era a chance que eu tinha. Deixei claro que minha intenção era não precisar depender disso, que eu sabia que ele era um homem muito ocupado, mas que eu não tinha opção mesmo", conta.

Ainda no começo da faculdade, o lavador de carros foi trabalhar na limpeza do tabelião do Cartório do 5° Ofício de Notas da cidade.

Depois, passou para a área de segurança e hoje é auxiliar notarial.

Mas ele ainda lava carros nos fins de semana.

"Hoje, essa não é a minha atividade principal [lavação de carros], digamos assim, mas é muito importante para mim. Eu não ganho menos que R$ 90 em um sábado, e isso me ajuda muito a completar a renda. A soma do que eu e minha mulher ganhamos não é alta, então esse dinheiro a mais ajuda muito. E eu gosto de lavar carros, me distrai. Foi o que me deu sustento por muito tempo e ainda me ajuda a queimar calorias", brinca.

"Meu peso ideal é 87 kg, mas estou com 100 kg. Não vou parar tão cedo."

OAB

Assim como fez com o vestibular, Silva se inscreveu em segredo para o exame da OAB.

A preparação para a primeira etapa ocorreu toda em casa.

Já para a segunda fase, o lavador decidiu optar por um reforço e pagou um cursinho on-line.

Foram 3 meses conciliando o sonho com as aulas da faculdade, o início da monografia e o trabalho.

"Nos últimos 45 dias, eu estudava feito louco. Ficava até as 3h respondendo exercícios, me mantinha com energético. Às 8h, chegava ao cartório caindo de sono. Foi puxado, mas valeu a pena. Eu sabia tudo de cabeça no dia da prova. Abri um sorriso daqui a ali ao ler o teste. Eu me senti em casa e tive confiança de que tudo daria certo", afirma.

Aprovação

O resultado saiu no dia 24 de junho: ele acertou 57% da prova objetiva.

"Eu gritei e chorei de felicidade. Saí ligando para familiares, amigos, conhecidos, postei no Facebook. Essa vitória é tudo. Foi um exemplo para as pessoas – muitas me dizem que eu as inspirei, que vão tentar os sonhos delas também", recorda Silva.

"Foi uma forma de mostrar à sociedade, mas principalmente de me mostrar, que não sou menos do que ninguém, que sou muito capaz."

Com uma preocupação a menos para o último semestre de faculdade, o homem já traça novos planos.
Os objetivos futuros são fazer uma especialização na área de processo civil e dar aulas, além de prestar concursos de direito e dar à mulher a oportunidade de estudar.

"Agora, quero ajudar pessoas iguais a mim e até outras, com trajetórias diferentes, a abrir a cabeça e crescer", conclui.

terça-feira, 22 de julho de 2014

Idosa de 97 anos se forma em direito.

Ela tem quase cem anos e está com o pé na formatura.
Dona Chames Salles Rolim recebe o diploma de bacharel em Direito no dia 07 de agosto pela Faculdade de Direito de Ipatinga, em Minas Gerais.
A graduação de D. Chammes, que tem 97 anos, é festejada por todos: familiares, amigos, por desconhecidos de outros Estados e até do exterior.

E ela tem planos para depois da conquista do bacharelado: auxiliar a sociedade compartilhando o conhecimento adquirido. "Sei que a minha idade não me dá muito prazo. 

Por isso, o que eu quero é ser útil a quem me procurar, compartilhar o conhecimento. E se eu não souber responder algo, orientar a pessoa a buscar quem saiba", frisou.

Para a filha de libaneses, a educação é o primeiro passo para a transformação social. 

“O ser humano deve aprender a distinguir entre o bem e o mal e, para isso, precisa ter acesso a uma fonte esclarecedora. Se eu puder ajudar nisso, ficarei muito feliz”, ressaltou.

História

A idosa nasceu em Santa Maria de Itabira e se mudou para Santana do Paraíso aos três anos. 
Trabalhou a maior parte da vida na farmácia do marido José Maria Rolim, com quem foi casada por 63 anos e teve dez filhos. Atualmente, mora em Ipatinga com um filho.

Ciúme

Fazer um curso superior sempre foi um sonho da nonagenária, mas ela só decidiu entrar para a faculdade após a morte do marido, que era bastante ciumento e não aprovava a ideia. 
Apaixonada pelo universo de conhecimentos que o Direito lhe abriu, a estudante afirmou que se fosse mais nova, se matricularia no curso outra vez. 

Segredo

“No Direito, há sempre muito a aprender. Esses cinco anos foram maravilhosos”, confessou.
A formanda pratica hidroginástica todas as manhãs, tem o hábito de escrever poesias e diz preferir as madrugadas para estudar, por conta do silêncio. 

Sobre as pessoas que colocam na idade a justificativa para não mais aprender, ela responde com “paresse”, palavra francesa que significa preguiça. 

E dá uma lição:
“A gente sempre pode aprender, mesmo que seja a conviver melhor com as pessoas”.

Rotina da estudante

Na última quarta-feira, dona Chames esteve no fórum de Ipatinga para cumprir um dos últimos requisitos para a conclusão do curso. Ela acompanhou audiências e produziu relatórios.

A presença da estudante chamou a atenção dos servidores públicos. 
O juiz da 1ª Vara Criminal, Luiz Flávio Ferreira, comentou ter ficado surpreso com a participação de dona Chames nas audiências. 

“A presença dela traz motivação para todos nós. É um grande exemplo”.

Com dúvidas na equipe titular, Belo Jardim enfrenta o Timbaúba em casa

Pedro Manta (Foto: André Vinícius / GloboEsporte.com)
A equipe do Belo Jardim volta a campo nesta quarta-feira pelo Campeonato Pernambucano Sub-23, antiga Série A2 estadual. O Calango vem de uma vitória fora de casa, sobre o Sete de Setembro na primeira rodada do certame por 2 a 0, pela primeira rodada. Mas apesar do triunfo na estreia, o técnico Pedro Manta pode não repetir a mesma escalação que venceu no domingo e segundo ele, a equipe só será definida momentos antes da partida.
- Estamos aguardando alguns jogadores serem regularizados. Ainda há uma indefinição pois até esta quarta poderemos ter três atletas inscritos na competição, o que com certeza seria um grande reforço. Mas estamos trabalhando e confio no meu grupo, sabendo que quem entrar jogará bem, então só defino o time no dia.
Belo Jardim Sub-23 (Foto: André Ráguine / GloboEsporte.com)
Outra causa da indefinição da equipe para o confronto desta quarta-feira está ligado ao departamento médico do clube. Alguns atletas ainda se recuperam da partida de estreia do Calango e o comandante alviverde aguarda a liberação desses jogadores junto ao DM.
- O jogo de domingo foi muito duro, alguns jogadores saíram sentindo dores e ainda são dúvida também, caso eu queira contar com eles. Estou aguardando um parecer médico da recuperação desses atletas pois conto com todos.
O jogo entre Belo Jardim e Timbaúba é nesta quarta-feira, às 20h, no Mendonção, pela segunda rodada do estadual da categoria.

Faça seu barbeador durar mais em um truque simples

Para os homens o barbeador é um item que não pode faltar, é claro que tem homens que preferem deixar a barba grande, mas para os que não gostam muito do estilo preferem estar sempre com a barba feita e baixa, por isso ter um bom barbeador é sempre muito bom, porém esse é um item que começa a se desgastar muito rápido e assim fazendo com que os homens precisem estar sempre comprando esse item.

Um pacote de barbeador de marca confiável custa em média R$30,00 com 4 barbeadores, esse pacote da para 4 meses levando em conta que cada barbeador tem um prazo de cerca de 1 mês com laminas ainda afiadas. Gastar essa quantia a cada 4 meses aos poucos vai ficando alto o valor investido nesse item, com isso temos aqui uma solução para você fazer seu barbeador durar mais tempo e ainda ajudar a ter uma economia.

Economizando com uma boa dica

Essa é uma excelente dica, não é totalmente eficaz, mas pode ter certeza que ajuda bastante, principalmente naquele momento em que você precisa fazer a barba e tem apenas um barbeador que não esta com as laminas boas, esse é um momento que você certamente esta com pressa e não tem tempo de ir ate uma farmácia para comprar barbeadores novos, então pode aderir a essa dica e continuar a se barbear com seu velho barbeador e economizar um dinheiro.

Tem pessoas que fazem de tudo para ter uma economia e isso é relativamente bom, pois você consegue ter uma estabilidade econômica boa apenas usando a cabeça para evitar gastos desnecessários, não que um barbeador seja um gasto desnecessário, mas levando em conta que você pode prolongar o período de uso de um único barbeador isso já é ótimo e são R$30,00 que você irá guardar para gastar com outra coisa.

Dica para aumentar a vida útil do seu barbeador

A dica é bem simples e você não precisa de muito para deixar seu barbeador com um bom corte novamente, você precisará apenas de dois itens:

- Calça jeans, pode ser nova ou velha, isso não danifica o jeans fazendo da maneira correta.
- Barbeador com lâmina não elétrica.

Como Fazer




Você pode fazer isso antes ou depois de usar o barbeador, mas o adequado é fazer antes, pois a lâmina estará seca.

Deslize rapidamente a lâmina do barbeador no jeans de baixo para cima e depois de cima para baixo, as repetições variam de 10 a 15 vezes, porém se a lâmina estiver totalmente ruim faça isso de 50 a 100 vezes.


Uma boa dica que vale a pena tentar em sua casa e se servir para você o ideal é pegar uma calça jeans velha que não serve mais para você e então cortar um pequeno pedaço do jeans e deixar guardado, assim sempre que precisar fazer isso novamente já tem um tecido pronto para esse tipo de tarefa.

Será Que Quebrar o Terceiro Pino da Tomada pode Danificar o Aparelho?


O padrão de tomadas é diferente em vários países, no Brasil, o padrão era de tomadas com apenas dois pinos, mas em 2013 ele foi mudado e as tomadas começaram a ser fabricadas somente com três pinos, ou seja, todos os eletrodomésticos e demais produtos eletrônicos que fossem fabricados de 2013 para frente teriam que possuir a tomada com os três pinos, mas isso acabou irritando muitas pessoas, afinal de contas como o padrão anterior tinha apenas dois pinos, as tomadas de suas casas tinham apenas entrada para os mesmos e não para três pinos, ou seja, eles teriam que trocar todas as tomadas de suas casas ou então comprar plugs para poder utilizar os novos eletrodomésticos e demais aparelhos eletrônicos, porém a maioria das pessoas acabou não optando por nenhuma dessas alternativas e sim começaram a retirar o terceiro pino para poder assim utilizar os aparelhos que quisessem sem gastar muito com isso.

As tomadas de três pinos não foram feitas somente para dificultar a vida dos brasileiros, há uma boa razão em colocar o terceiro pino nas mesmas. O terceiro pino, ou pino de aterramento serve para dissipar uma possível sobrecarga na rede elétrica que poderia danificar os circuitos do aparelho ou até mesmo provocar um choque em quem o está utilizando por meio do fio terra. Então sabendo que há uma razão para este terceiro pino, agora vem uma boa pergunta, será que ao arrancar o terceiro pino nós não danificamos o aparelho eletrônico que utilizamos? Pois bem, neste artigo você ficará sabendo exatamente isso. 

 A Utilidade do Terceiro Pino

Inúmeros aparelhos eletrônicos, como o chuveiro, o aquecedor, as torneiras elétricas, dentre outros aparelhos, possuem um fio verde cujo objetivo é evitar choques ao usuário e danos ao aparelho em casos de sobrecarga, pois bem, o terceiro pino do novo padrão de tomadas brasileiro possui a mesma função que este fio, então é um componente importante da tomada, sendo assim nos questionamos, sobre o fato de podermos ou não retirar o mesmo para utilizar em nossas tomadas. 

 


Quebrar o Terceiro Pino pode Danificar o Aparelho Eletrônico?


Na ausência do terceiro pino, caso haja uma sobrecarga na rede a mesma será transferida para o aparelho, pois não terá por onde escoar, e esta sobrecarga pode, sim, acabar danificando o aparelho. Além disso, ao retirar o terceiro pino da tomada de seu aparelho eletrônico você acabará perdendo a garantia do mesmo, pois mesmo que alguma peça do aparelho em questão esteja danificada por outro motivo que não seja a retirada do terceiro pino a integridade do aparelho foi violada pelo fato de você ter quebrado o terceiro pino de sua tomada, então a garantia não poderá cobrir tal defeito ou estrago. 

 


Existe Algum Modo de Não Danificar o Aparelho ao Retirar o Terceiro Pino?

Sim, existe um modo de tirar o terceiro pino e não danificar o seu aparelho eletrônico, mas a garantia do mesmo não irá valer após isso. Se você possui apenas tomadas com entradas para dois pinos você poderá retirar o terceiro pino da tomada de seu aparelho eletrônico para utilizá-lo tranquilamente. Grande parte das instalações elétricas de residências no Brasil são antigas e, antigamente pouca gente utilizava o aterramento em todas as tomadas da casa. Deste modo, se não existe aterramento na instalação elétrica, não faz sentido haver o terceiro pino, pois não haverá por onde a corrente elétrica adicional ser dissipada. Então, antes de arrancar o terceiro pino de seus aparelhos eletrônicos apenas verifique se todas as tomadas de sua casa possuem entradas somente para dois pinos e não três.